Dificuldade para contratar deficientes não afasta cumprimento da lei, diz TRT-2